Joinville, 15 de Julho de 2018

Notícias

<< voltar Home

Novembro Azul e o Câncer de Próstata

Em 2008, o Instituto Lado a Lado pela Vida foi pioneiro na abordagem de questões relacionadas ao câncer de próstata no Brasil, por meio da campanha Um Toque, Um Drible. O objetivo era promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao médico.

Quatro anos depois, inspirado pelo Movember, movimento internacional dedicado à conscientização e arrecadação de fundos na luta contra a doença, o Instituto passou a promover um mês inteiro e intenso de mobilizações focado na saúde do homem: surgia o Novembro Azul.

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozóides, liberado durante o ato sexual.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Para o ano de 2017 são estimados 61.200 novos casos.

Em Santa Catarina são estimados 2.330 novos casos, somente este ano.

Fatores de Risco

Idade: o risco aumenta com o avançar da idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos.

História de câncer na família: homens cujo pai ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos.

Sobrepeso e obesidade: estudos recentes mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal elevado.

Prevenção

Adotar práticas saudáveis diminui o risco de várias doenças, inclusive o câncer:

- ter uma alimentação saudável;
- manter o peso corporal adequado;
- praticar atividade física;
- não fumar;
- evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Sinais e Sintomas

Na fase inicial, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas e, quando apresenta, os mais comuns são:

- dificuldade de urinar;
- demora em começar e terminar de urinar;
- sangue na urina;
- diminuição do jato de urina;
- necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Esses sinais e sintomas também ocorrem devido a doenças benignas da próstata. Por exemplo:

- hiperplasia benigna da próstata: é o aumento benigno da próstata. Afeta mais da metade dos homens com idade superior a 50 anos e ocorre naturalmente com o avançar da idade;
- prostatite: é uma inflamação na próstata, geralmente causada por bactérias.

Se você apresentar algum destes sintomas, procure seu médico.

Detecção Precoce

Estão disponíveis dois tipos de exames para investigar o câncer de próstata:

- exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata;

- exame de PSA: é um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata - Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas da próstata.

Para confirmar a doença é preciso fazer uma biópsia. Nesse exame são retirados pedaços muito pequenos da próstata para serem analisados no laboratório. A biópsia é indicada caso seja encontrada alguma alteração no exame de PSA ou no toque retal.

Fonte: INCA






CEDAP - Centro de Diagnósticos Anátomo Patológicos Ltda.
Rua Mário Lobo 61, Sala 3 Térreo - Edifício Terraço Center - CEP 89201-330 - Joinville-SC
Fone/Fax: (47) 3422 9607 - (47) 3422 8169 / 3433 9499 - e-mail: cedap@cedap.com.br - Atendimento de Segunda à Sexta das 7:30 às 18:30


Desenvolvido por Zumerata Internet